Pular para o conteúdo principal

Leituras da Semana #43 + Conclusão de Fevereiro/2016

Finalmente li Zafón! Concluí a leitura de A Sombra do Vento nesta semana. Confesso que o livro trata de temas diferentes do que eu estava esperando. Acreditava ser mais fantasioso, mais relacionado com o Cemitério dos Livros Esquecidos e com o protagonista, entretanto, não é nada disso, né? De qualquer forma, depois que eu ajustei minhas expectativas, gostei bastante do livro.

Na última semana de fevereiro, eu fugi da TBR um pouco, incluindo três livros que não estavam relacionados por lá. Li O Doador de Memórias e A Escolhida da Lois Lowry. Eu precisava terminar livros, estava cansada dos calhamaços que estava lendo. Sinceramente, não estava esperando gostar tanto dessa série! Eu me apaixonei e ouso dizer que é uma das melhores distopias que já li. Esperando ansiosamente por maio e o terceiro volume da série!

Empolgada pelos projetos que estavam rolando em fevereiro, li O ano da leitura mágica da Nina Sankovitch. Que coisa mais linda encontrar um outro apaixonado por livros e poder experimentar algumas leituras através das palavras dele. Eu quero fazer um projeto nesse estilo também, aguardem!

E por fim, mas não menos importante. Concluí a leitura dos dois volumes de Guerra e Paz. Estou feliz e triste. Feliz por ter concluído, mas triste porque agora fiquei sem. Já estou com saudades do Pierre e da Mária, até da guerra. De Alexandre e Napoleão, mas em especial do Kutúzov. O livro foi tão mais prazeroso do que eu esperava, tão mais rico, tão mais real. Maravilhoso!

Assim, termino o mês com 11 livros concluídos:

1- Limites da Fundação - Isaac Asimov ✬✬✬✬✬
2- A Nona Configuração - William Peter Blatty ✬✬✬
3- The Bitches of Brooklyn - Rosemary Harris ✬✬✬
4- A cor da Magia - Terry Pratchett ✬✬✬✬✬
5- Outlander A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon ✬✬✬✬✬
6- The Color Purple - Alice Walker ✬✬✬✬✬
7- A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón ✬✬✬✬
8- O Doador de Memórias - Lois Lowry ✬✬✬✬✬
9- A Escolhida - Lois Lowry ✬✬✬✬✬
10- O Ano da Leitura Mágica - Nina Sankovitch ✬✬✬✬✬
11- Guerra e Paz - Liev Tolstói ✬✬✬✬✬

Em questão de número de livros concluídos, foi menor do que geralmente é. Mas considerando páginas, creio que deve ter sido na minha média. Além disso, na maior parte, foram todas leituras 5 estrelas, excelentes.

Ah, vocês podem notar que eu não concluí todos os livros da minha TBR, mas isso comentarei no próximo post.

Qual foi a sua leitura preferida de fevereiro?
Siga o blog!
Instagram | Skoob | Twitter | Youtube



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Primeiro ano - Scott Turow

Editora : Record Páginas : 220 Estrelas : ✬✬✬✬ Skoob Publicado em 1977. Ao narrar as angústias, as dificuldades, os desafios e os triunfos que marcaram seu primeiro ano na Faculdade de Direito de Harvard, Scott Turow denuncia problemas surpreendentes no sistema de educação jurídica de uma das mais antigas e conceituadas instituições de ensino dos Estados Unidos. Um relato dramático e um importante depoimento do autor.

Resenha | As Florestas do Silêncio - Emily Rodda

Deltora Quest - Livro 1 Editora : Fundamento Páginas : 104 Estrelas :  ✬ ✬ ✬ ✬ Skoob Publicado originalmente em 2000 com o título de The Forests of Silence O maligno Senhor das Sombras está tramando invadir Deltora e escravizar o seu povo. Há somente uma coisa que o impede: o mágico Cinturão de Deltora com suas sete pedras preciosas de fantástico e misterioso poder. Quando as pedras são roubadas e escondidas em locais sombrios e terríveis em todo o reino, o Senhor das Sombras triunfa e Deltora está perdida. Em segredo, com apenas um mapa desenhado à mão para guia-los, dois estranhos companheiros saem numa perigosa busca. Determinados a encontrar as pedras perdidas e livrar seu país do tirano, eles lutam para atingir sua primeira meta - as sinistras "Florestas do Silêncio".

Resenha | A Arte de ter Razão - Arthur Schopenhauer

Editora : Faro Editorial Páginas : 128 Estrelas : ✬✬✬ Skoob Publicado em 1831. A forma como nos comportamos socialmente não mudou muito desde Aristóteles. Partindo dos escritos do pensador grego, Schopenhauer desenvolve em sua Dialética Erística, 38 estratégias sobre a arte de vencer um oponente num debate não importando os meios. E, para isso, mostra os ardis da maior ferramenta que todos possuímos, a palavra. Usar argumentos e estratégias certas numa conversa é uma arma poderosa em qualquer momento. E tanto vale para quem quer reforçar um talento, evitar ciladas dialéticas, ou simplesmente estar bem preparado para negociações ou qualquer outra ocasião que exija argumentação... o que acontece em todos os momentos da vida. Essas estratégias não foram inventadas por Schopenhauer. Seu trabalho foi identifica-las, reuni-las de modo coerente, mostrando como são utilizadas, em quais momentos elas surgem em meio a uma discussão, de modo que você possa utilizar-se deste livro