Pular para o conteúdo principal

Filme | Capitão América 2 - O Soldado Invernal

Olá, tudo certo por ai?


                Hoje eu venho novamente com um filme de super-herói da Marvel. E nada mais nada menos que um dos meus favoritos, Steve Rogers o Capitão América. Primeiro a ficha técnica e depois segue minhas impressões.

Título Original: Captain America - The Winter Soldier
Lançamento: 11 de abril de 2014
Com: Chris Evans, Scarlett Johansson, Samuel L. Jackson e mais
Dirigido por: Anthony e Joe Russo
Duração: 135 minutos.
Gênero: Ação e Aventura
Sinopse: Após os cataclísmicos eventos em Nova York com Os Vingadores - The Avengers da Marvel, Capitão América 2: O Soldado Invernal encontra Steve Rogers, também conhecido como Capitão América, vivendo tranquilamente em Washington, DC e tentando se ajustar ao mundo moderno. Mas quando um colega da S.H.I.E.L.D. é atacado, Steve se vê preso em uma rede de intrigas que ameaça colocar o mundo em risco. Unindo forças com a Viúva Negra, o Capitão América luta para expor a grande conspiração enquanto enfrenta assassinos profissionais enviados para silenciá-lo a todo momento. Quando a dimensão da trama maligna é revelada, o Capitão América e a Viúva Negra pedem ajuda a um novo aliado, o Falcão. Contudo, eles logo se veem enfrentando um inimigo formidável e inesperado — o Soldado Invernal.

                Depois de terminar de assistir Capitão América 2, fiquei na dúvida de qual seria o melhor filme da Marvel, Capitão América 2 ou Iron Man 1. Acho que fico com o Capitão. Esse filme marca também a segunda fase da Marvel nos cinemas, tal fase que vai terminar com Os Vingadores 2.
                Capitão América 2, trás para mim como fã, uma esperança gigantesca em Os Vingadores 2, mesmo depois dos poucos empolgantes Iron Man 3 e Thor 2.
                O filme não é sobre um personagem apenas, ele trás todo o mundo da Marvel na tela, nos apresenta inúmeros personagens e referências. Também conta com uma pequena dose de humor, marca dos roteiristas da Marvel.
                Superando o primeiro filme, essa sequência conta com muito mais cenas de ação. São várias as cenas de luta, explosões, tiroteios e perseguições, mas sempre tentando investir no realismo e no combate corpo a corpo. Na verdade o filme tem bastante realismo, claro, considerando o realismo de um combate de um super-soldado haha.
                O filme conta a história depois dos eventos ocorridos em Nova York em Os Vingadores. Steve Rogers assume um posto importante na S.H.I.E.L.D., sendo responsável por várias missões junto com a Agente Natasha Romanoff. O Capitão continua discordando da forma como Nick Fury mantém uma série de segredos sobre suas atividades. Essa série de segredos que vai se voltar contra eles e dar ritmo ao filme.
                O Capitão também irá enfrentar seu passado de várias formas nesse filme. Uma das formas é a volta da H.Y.D.R.A. e também um inimigo novo e misterioso que dá nome ao filme, O Soldado Invernal.
                De todos os filmes da Marvel, talvez esse seja o mais bem desenvolvido. Ele avança na história muito bem e sem nenhuma cena “tapa buraco”. O humor se faz presente muito menos vezes que em outros filmes da Marvel. Talvez seja o filme que mude um pouco estilo da Marvel, talvez possamos esperar mais seriedade nos próximos filmes.

Acho que era isso, vamos a minha nota:
✬ 4 estrelas

 E você, já assistiu Capitão América 2? O que achou do filme? E do texto? Não poupe seu teclado deixe um comentário.

Comentários

  1. eu simplesmente amei esse filme, não vejo a hora de sair o terceiro filme.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, o terceiro filme do Capitão promete muito... Principalmente pelo que foi mostrado na Comic Con 2014 sobre Os Vingadores

      Excluir
  2. Eu adoro os filmes da Marvel e Capitão América 2 fica em segundo na minha preferência, atrás apenas de Os Vingadores. Adorei o post!

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Os Vingadores é o melhor filme da Marvel. Mas dos filmes solo, Capitão América 2, na minha opinião, supera qualquer outro, até mesmo o primeiro Homem de Ferro. ;)

      Excluir
  3. Eu não me interessei pelo filme por ele não fazer muito meu estilo, mas parece ser bacana.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não faz seu estilo, não aconselho assistir hehe. O filme tá fantástico, porém tem que assistir o primeiro e Os Vingadores também, pra ter pelo menos uma base. E o primeiro filme do Cap. não é tão bom assim ;P

      Excluir
  4. To louca pra ver esse filme.. Assimq der vou assistir! Amo capitão américa :)

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu recomendo ver este filme, o enredo da história que eu amo. Se você duvida o personagem da atriz Scarlett Johansoon é um dos meus favoritos. Um dos melhores filmes de ação.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Primeiro ano - Scott Turow

Editora : Record Páginas : 220 Estrelas : ✬✬✬✬ Skoob Publicado em 1977. Ao narrar as angústias, as dificuldades, os desafios e os triunfos que marcaram seu primeiro ano na Faculdade de Direito de Harvard, Scott Turow denuncia problemas surpreendentes no sistema de educação jurídica de uma das mais antigas e conceituadas instituições de ensino dos Estados Unidos. Um relato dramático e um importante depoimento do autor.

Resenha | A Arte de ter Razão - Arthur Schopenhauer

Editora : Faro Editorial Páginas : 128 Estrelas : ✬✬✬ Skoob Publicado em 1831. A forma como nos comportamos socialmente não mudou muito desde Aristóteles. Partindo dos escritos do pensador grego, Schopenhauer desenvolve em sua Dialética Erística, 38 estratégias sobre a arte de vencer um oponente num debate não importando os meios. E, para isso, mostra os ardis da maior ferramenta que todos possuímos, a palavra. Usar argumentos e estratégias certas numa conversa é uma arma poderosa em qualquer momento. E tanto vale para quem quer reforçar um talento, evitar ciladas dialéticas, ou simplesmente estar bem preparado para negociações ou qualquer outra ocasião que exija argumentação... o que acontece em todos os momentos da vida. Essas estratégias não foram inventadas por Schopenhauer. Seu trabalho foi identifica-las, reuni-las de modo coerente, mostrando como são utilizadas, em quais momentos elas surgem em meio a uma discussão, de modo que você possa utilizar-se deste livro

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora : Bertrand Páginas : 728 Estrelas : ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e persever