Pular para o conteúdo principal

[CAPA] Book Tour Animate me - Ruth Clampett


O blog vai participar do book tour do livro Animate me - Amor criativo da Ruth Clampett. Vem conferir a capa, a sinopse e as demais informações do livro!


Livro: Animate me - Amor criativo
Autora: Ruth Clampett
Editora: nVersos
Facebook do livro: Amor Criativo - Ruth Clampett
Pré venda: Saraiva

Sinopse:

O livro é narrado por um nerd – Nathan, um rapaz de 20 e poucos anos, tímido, talentoso, fã de quadrinhos e que nutre uma paixão secreta por sua colega de trabalho, a executiva Brooke, de 30 anos. 

Sem esperanças de que um dia a garota poderia sequer notá-lo, Nathan começa a escrever uma história em quadrinhos com sua versão do mundo a partir do seu amor por ela. O que ele não esperava era que um projeto em comum os unisse. A partir de um encontro inesperado numa loja de acessórios para computadores, Nathan passa a levar café para Brooke todas as manhãs em seu escritório, mas um detalhe pra lá de sedutor marca o ritual: em cada copo ele desenha uma ilustração, e cada imagem é uma espécie de sinal que apenas eles conhecem. 

Depois de saber que Nathan está apaixonado por uma colega de trabalho, Brooke passa a ajudá-lo a tornar-se um conquistador, porém, mal sabe ela que a tal colega é ela mesma. Depois de algumas “aulas” recheadas de muito erotismo, o casal mergulha num tórrido romance. O único problema é que Brooke é uma mulher comprometida, e com ninguém mais ninguém menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.


Sobre a autora:

Ruth Clampett, filha do legendário diretor, criador, desenhista e animador Bob Clampett dos estúdios Warner Brothers, cresceu rodeada de artistas e animadores. Formada em Belas Artes pelo “Art Center College of Design” na Califórnia já atuou como Vice Presidente de Desenhos da Warner e também ensinou fotografia na UCLA. Atualmente ela trabalha em seu próprio estúdio, “Clampett Studios Collections”, como editora de artes para a WB. Ruth conheceu e trabalhou com alguns dos maiores artistas de animação e quadrinhos. Ruth reside e trabalha em Los Angeles, Califórnia, com supervisão rigorosa de sua filha adolescente que ajuda a planejar a peregrinação anual ao maior evento internacional de quadrinhos, a San Diego Comic Con.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare (parte 2)

Se vocês viram a parte 1 sobre Os Instrumentos Mortais, vocês sabem que eu dividi a série em duas trilogias para comentar por aqui. Naquele post eu explico que, na minha opinião, essa divisão é viável e facilita para comentar sem dar spoilers. Lembrando que terá spoilers dos livros anteriores.
Os três últimos livros da série são: Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.
Bom, quero começar falando que graças a Deus no terceiro livro "descobrimos" que a Clary e o Jace não são irmãos. Eu já comentei na parte 1 que isso tinha ficado óbvio para mim desde o momento em que a autora resolveu dar essa guinada na história. Achei desnecessário, inacreditável e me irritou muito quando estava lendo.

Nessa segunda trilogia, há uma troca de vilões, agora Sebastian mostrou a que veio. Que, sinceramente, também é perceptível ao leitor desde que o personagem é introduzido.

Porém, tirando Cidade dos Anjos Caídos, que eu não gostei nada, acho que a história…