Pular para o conteúdo principal

Eu Me Chamo Antônio - Pedro Gabriel

Editora: Intrínseca
Páginas: 192
Estrelas: ✬✬✬✬
Skoob
Publicado em 2013.

Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada. A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel. Em outubro de 2012, ele inaugurou a página Eu me chamo Antônio no Facebook para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia ponto no Café Lamas, um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro. Em seu primeiro livro, Pedro apresenta histórias vividas por seu alter ego, desde a cuidadosa aproximação da pessoa desejada, o encantamento e a paixão, até o sofrimento provocado pela ausência e a dor da perda. Os guardanapos que inspiram milhares de pessoas na internet agora estão reunidos numa caprichada edição, novo lançamento da Intrínseca.


Eu conheci os guardanapos de Pedro Gabriel através de uma colega da faculdade. Ela me enviou o link da página no Facebook e instantaneamente, eu curti e acompanhei. Quando fiquei sabendo que iria ser lançado o livro, entrou para a minha wishlist.


O livro é dividido em partes: À Primeira Vista, Encantado, Atire, Fragilidade Brutalidade, Retirada, Coragem, Acorda, Futuro apresente-se, Liberdade e Desperte. Cada parte funciona como um tema com vários poemas relacionados.


Os guardanapos são escritos nas visitas que o autor faz aos bares cariocas. E ele avisa, à medida que o álcool vai entrando no sistema, a letra vai ficando mais difícil de entender.


A edição ficou muito bonita, colorida e com boa diagramação. Há um sumário na parte de trás com legendas para todas as frases.


Eu não sou uma conhecedora de poesia, mas as frases de Pedro Gabriel me encantam. Conversam comigo. Ele faz uma brincadeira com as palavras e os sons, trazendo para perto de nós sentimentos bastante humanos de uma forma onírica e engraçada. Em um vídeo, a Juliana, do Batom de Clarice, falou que a poesia tem que conversar com o leitor, tem de passar do papel para tocar o coração, é o que acontece com os pensamentos contidos nesse livro e eu.


Ele trata de anseios, amores, trabalho, amizades. São temas simples, acontecem com todos nós. As frases deste livro te convidam a refletir sobre como vivemos a vida. É para ler, reler, apreciar, amar.


Você conhece o trabalho do Pedro Gabriel? Deixe sua opinião nos comentários!


Comentários

  1. Estamos em sintonia! Também publiquei esta resenha!! hehehe

    Muito amor este livro, né Rafa? Dei de presente para uma amiga e pelo visto o Pedro vai lançar outro! =D

    bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha vou conferir sua resenha! Esse livro é tão tocante, realmente. Não sabia que vai ter outro livro *----* com certeza, direto pra wishlist também haha

      Beijão!

      Excluir
  2. Oi Rafa!
    Eu vi esse livro várias vezes na livraria, mas acabei não comprando, mas agora fiquei muito interessada, pois parece ser um livro muito "engraçado".
    Com certeza vou comprá-lo.
    Beijos!

    palacioliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é mesmo! Por vezes, me deu alguns tapas com luvas de pelica, por outras, aqueceu meu coração e me fez sorrir! :)

      Beijão!

      Excluir
  3. Já desejei esse livro mil vezes, acho a arte dele muito linda!!!
    Adorei a forma como você colocou que as frases conversam com você... Achei muito amor!!!

    Beijooos

    subexplicado.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooown *-* que querida hehe
      A arte é linda mesmo!
      Beijão

      Excluir
  4. Oi Rafa, conheci teu blog hoje c : e já estou seguindo !!

    Esse livro tenho curiosidade de comprar, parece ser bem interessante.!
    Beijos Ketlin

    http://agarotaeoseulivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.