Pular para o conteúdo principal

Resenha | Sombras da Primavera - Keila Gon

Saga Cores #2
Editora: Novo Século
Páginas: 461
Estrelas: ✬✬✬✬
Publicado em 2014.


No segundo volume da saga, Melissa e Vincent lutam para perseverar em suas promessas e arriscam suas vidas para encontrar uma resposta... Quem controla o coração? O medo ou o amor?Conflitos agitam a frágil realidade do Mundo Físico, enquanto intrigas se multiplicam em um Mundo Mágico, inóspito, onde nem tudo é o que parece ser. Amizades improváveis surpreendem com novas alianças; maldições e traições colocam o perigo perto de quem se ama. Sombra e Luz estão em confronto mais uma vez... entre dificuldades e perdas, a esperança renasce com uma surpreendente descoberta e apenas a herança de uma linhagem única poderá mudar o rumo dessa história. Melissa e Vincent confiaram no destino, agora, precisam confiar na força deste amor.“Sombras da Primavera é a eletrizante continuação de Cores de Outono.A trama criada por Keila Gon torna-se ainda mais profunda e reveladora neste segundo volume. Com uma narrativa atraente e inspiradora, cenários fantásticos e personagens impactantes, “Sombras” faz o leitor mergulhar em um território desconhecido, aterrorizante, mas também, encantador. A sequência, repleta de magia, irá testar o amor de Vincent e Melissa, bem como o coração do leitor. E a nós, fãs da saga, resta torcer, para que a sombra não ofusque a felicidade desse romance.”


Como vocês sabem, eu tive o prazer de conhecer o trabalho da Keila Gon no ano passado através de um BookTour da Saga Cores. A resenha do primeiro livro, Cores de Outono, você pode ler aqui.

Esse é o segundo livro da saga e mais uma vez, me envolvi bastante com o universo criado pela autora. A história segue, praticamente, do ponto onde parou no final do primeiro livro e é cheia de surpresas.

Eu nem sei o que falar sobre a história, porque são muitas, mas muitas surpresas. As aulas de magia da Alice continuam, o relacionamento entre a Melissa e o Vincent também continua, mas tirando essa parte inicial, tudo muda.

Se no primeiro livro, o romance me chamou mais atenção, neste segundo, realmente foi o mundo mágico que ambienta a história. São maldições, são portais e seres diferentes, além de uma viagem internacional também.

O casal continua sendo atacado por um mago das sombras e só o que sabemos é o que se passou no primeiro livro, que magos das sombras são criaturas solitárias e que o Ludwig, especificamente, está "buscando" o Vincent. Também, cabe ressaltar que, neste livro, além da narrativa em primeira pessoa da Melissa, também existem capítulos sob a perspectiva do Vincent e - graças! - é uma perspectiva bem diferente, possibilitando diferenciar os personagens só pelo modo de pensar.

Realmente, eu vou fazer a escolha de não falar nada sobre a história que se passa nessas páginas. Acho que a surpresa será muito mais prazerosa e eu não quero dar spoilers para ninguém. Só digo que são 460 páginas muito recheadas.

Outro ponto que continua maravilhoso nesse livro é a exploração de personagens secundários. Sejam os vizinhos fofos da Melissa, sejam os moradores da montanha, sejam seres sobrenaturais ou, ainda, as amigas da Melissa. Adoro o fato dela ter amigas, deixa o romance mais real, e ainda, essas amigas também tem seus próprios problemas e vidas. Ou seja, a história traz uma completude muito grande.

Eu estou ansiosa pelo próximo livro, creio que será o último. E se as minhas previsões estão corretas, ainda existem várias reviravoltas pela frente e muitas coisas que ainda restam a ser descobertas. Adoro a Saga Cores, que mistura romance e fantasia de uma maneira diferente, e tem o plus de ser escrito por uma autora brasileira.

E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!
Siga o blog no Google Friend Connect.



Comentários

  1. Oi Rafaela!!!

    Muito obrigada pelo carinho com o BT. As emoções são enormes mesmo!
    Tbm adorei a narrativa do Vincent, um diferencial neh? rsrsrrs

    Bjo bjo^^
    www.livrosdeelite.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Nossa, eu que fico feliz em ter conhecido a série! Adoro *.*

      Beijos!

      Excluir
  2. UAU...... Para, respira... comenta...
    Rafaela, eu AMEI a resenha, obrigada. E sei que fazer resenha de Sombras é difícil, kkkkkk, porque cada impressão é um spoiler kkkkkk E fico MUITO feliz por você ter gostado e se envolvido com Sombras. Eu digo sempre que a emoção vive nesse segundo volume, e não dá pra deixá-la de fora. E obrigada por destacar isso em suas palavras.
    BEIJO MUITO agradecido!
    Keila Gon

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare (parte 2)

Se vocês viram a parte 1 sobre Os Instrumentos Mortais, vocês sabem que eu dividi a série em duas trilogias para comentar por aqui. Naquele post eu explico que, na minha opinião, essa divisão é viável e facilita para comentar sem dar spoilers. Lembrando que terá spoilers dos livros anteriores.
Os três últimos livros da série são: Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.
Bom, quero começar falando que graças a Deus no terceiro livro "descobrimos" que a Clary e o Jace não são irmãos. Eu já comentei na parte 1 que isso tinha ficado óbvio para mim desde o momento em que a autora resolveu dar essa guinada na história. Achei desnecessário, inacreditável e me irritou muito quando estava lendo.

Nessa segunda trilogia, há uma troca de vilões, agora Sebastian mostrou a que veio. Que, sinceramente, também é perceptível ao leitor desde que o personagem é introduzido.

Porém, tirando Cidade dos Anjos Caídos, que eu não gostei nada, acho que a história…