Pular para o conteúdo principal

Primeiras experiências com o plus do Skoob


Eu sempre relutei muito em desapegar dos meus livros, até que eu percebi que não precisava manter todos os livros que já comprei na vida.

Comecei leve por enquanto, somente trocando os livros que não gostei muito.


Então, me cadastrei no plus e coloquei alguns livros para troca. Não demorou muito até que recebesse uma solicitação. Acredito que tenha sido questão de uma semana.

Procurei enviar rapidamente e logo vieram outras. Até o momento enviei 5 livros e pedi outros 5, sendo que o quinto ainda não chegou.

Embora minha impressão geral seja super positiva, até porque os livros que recebi no momentos estão em ótimas condições, eu tenho que dizer que solicitar livros não é tão simples.

Tem muita gente que coloca livros para troca mas não acessa o Skoob para aceitá-las ou rejeitá-las, isso significa que o seu crédito fica preso por pelo menos 2 dias, até que você possa cancelar a solicitação e fazer outra. Isso aconteceu comigo 3 vezes, e tendo em vista que fiz 5 solicitações é uma porcentagem grande.


No geral, eu gostei muito da ferramenta e da gentileza das pessoas com que troquei. Ganhei recadinhos e marcadores junto com os livros e desejos de boas leituras. Quem realmente usa o Skoob, costuma responder rápido e as trocas foram ótimas.

Tem o lado negativo, mas só de termos uma ferramenta que possibilite a troca de livros já é fantástico. Eu quero continuar desapegando de livros e poder trocá-los por outros é uma ideia que me faz aceitar esse desapego.

Siga o blog!
Instagram | Skoob | Twitter | Youtube



Comentários



  1. Que legal! Ótimas experiências de troca...

    Acabei de me cadastrar no Plus, espero logo conseguir trocar.

    sonhos-e-suspiros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Post-it | O Monge Negro + Margot

Aproveitei as férias e li mais dois volumes da coleção Novelas Imortais, publicadas pela editora Rocco. Sempre são pequenos textos de autores consagrados, de leitura rápida e até o momento gostei de todas que li.
O Monge Negro, do Tchekhov é uma novela sobre loucura ou sobrenatural, acredito que dependa da leitura que se faça. Por recomendação médica, o protagonista vai passar uma temporada no campo junto de um grande amigo e sua filha.
Num passeio até um lago próximo, ele se depara com o Monge Negro e essa figura acaba aparecendo cada vez mais. Convencido de que enlouquece, tenta de todas as maneiras superar esse mal, porém, como consequência perde a sua grande genialidade, a característica que o distinguia dos demais.
Gostei muito da novela, certeza que vale a leitura. Não só por ser divertida, mas também para refletir sobre o que nos torna diferentes e o ponto que separa a sanidade da loucura. Ou até mesmo, é tão ruim ser diferente/louco?
✬✬✬
A segunda novela chama-se Margot escrita …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.