Pular para o conteúdo principal

#FridayReads (no sábado)


Mais uma vez, com a coluna no sábado. A semana foi devagar nas leituras, mas chegaram duas coisinhas fofas. Vem ver!




Eu voltei para a academia essa semana e descobri que é possível ler na esteira com o kindle! Achei ótimo, assim o tempo voa e a gente nem sente o exercício. Só acho que escolhi um título errado pra esse momento de "pique" na academia, afinal A Máquina de Contar Histórias é um livro sobre o luto (o que eu não sabia até ler...). De qualquer forma, deu para ler legal. Não deixei de me emocionar com a fofura e a tristeza dessa história. 



Comprei esse livro ontem na livraria da rodoviária. Meu plano original era trazer o kindle e continuar com o livro que vou mostrar abaixo. Mas, esqueci. Que cabeça! Então, a solução foi escolher um título novo para ler.

Eu achei essa edição super fofa, ela é da Martin Claret, com páginas amareladas e traz três clássicos do terror. Estamos em outubro, nada mais válido que fazer algumas leituras assustadoras.

Na viagem, li O Médico e o Monstro, que é o livro mais curto dentre os três. Ainda estou dividida sobre o que eu achei dele. O terror dele é mais psicológico e não consigo deixar de achar que com umas páginas a mais, seria melhor.

E comecei a ler Drácula, de Bram Stoker. Esse sim, já nos primeiros capítulos me deixou arrepiada. Ele é narrado por um advogado que vai visitar o Conde Drácula para falar sobre uma propriedade que o Conde comprou na Inglaterra, em forma de diário. Só a descrição da paisagem e do medo que os habitantes do lugar sentem da mansão, credo! 


O livro que eu pretendia ler nesse fim de semana é esse, O Maníaco do Circo, do Leonardo Barros. Que capinha medonha, hein? É um livro sobre serial killer, propício para o mês também. Alguém assistiu à volta do American Horror Story? Vai dizer que esse palhaço não parece o da série? haha



Essa ecobag e o livro chegaram essa semana. Como tinha comentado, achei legal trazer para esse post o que andou chegando por aqui.

A ecobag foi uma promoção que o Estante Virtual fez há algum tempo, nas compras acima de 30 reais, eles enviariam a bolsa. Achei linda demais e já estou usando.

E esse livro, Mariah Mundi e a Caixa de Midas, ganhei hoje de dia das crianças da minha mãe. Fomos passear na livraria e eu me apaixonei por essa capa. Não conhecia essa série, alguém já leu?

As fotos que ilustram o post foram, na maioria, retiradas do meu instagram. Por lá você pode acompanhar mais certinho o que estou lendo, o que chegou e coisinhas assim, segue lá @alpargatas13

Como foi a sua semana? O que pretende ler agora? Deixe nos comentários!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Como pensar mais sobre sexo - Alain de Botton

Editora: Objetiva
Páginas: 152
Estrelas: ✬✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2012 com o título de How to Think More About Sex

Não pensamos muito sobre sexo; na verdade pensamos sobre ele da maneira errada. Assim declara Alain de Botton neste livro rigoroso e honesto cujo objetivo é nos guiar por esta experiência íntima e excitante – porém muitas vezes confusa e difícil - que é o sexo. Poucos de nós acreditamos ser completamente normais no que diz respeito ao sexo, e o que se presume que deveríamos estar sentindo raramente é a realidade. Este livro argumenta que o sexo do século XXI está fadado a ser um jogo de equilíbrio entre amor e desejo, aventura e comprometimento. Abrangendo assuntos como desejo, fetichismo, adultério e pornografia, Alain de Botton reflete sobre os dilemas da sexualidade moderna, oferecendo insights e conforto para nos ajudar a pensar mais profunda e sabiamente sobre o sexo que estamos, ou não, fazendo. A partir de meados do século XX, o discurso sobre o sexo foi s…