Pular para o conteúdo principal

O que tenho assistido (3)


Cá estou eu para contar o que tenho assistido nas últimas semanas. Vem ver!



Sobre filmes, escolhi duas adaptações que li os respectivos livros esse ano. Comecei com Garota, Interrompida, que ainda não tem resenha do livro (mas logo terá). Os dois são ótimos, mas de maneiras diferentes. Enquanto o livro é excelente pela realidade que ele mostra, o filme é bom por ser adaptado muito bem, com atuações excelentes. O filme é mais "mastigado", mostrando linearmente os acontecimentos, mas não deixa de ser bom.

Força bruta, é a adaptação de 1992 do livro Ratos e Homens, resenha aqui. Eu descobri com esse filme que imagens tem mais apelação emocional para mim, porque embora eu tenha achado o livro bem triste, nele o que mais me chocou foi a "crueza" da história. Enquanto o filme, achei extremamente triste. O ator que faz o Lennie fez um papel digno de Oscar, realmente incorporou o personagem. Chorei litros assistindo.


Passando para as séries. Assisto Family Guy faz um bom tempo já, porém, não acompanho por temporadas. Vi no Netflix que algumas estão disponíveis e resolvi assistir, meio sem linha cronológica já que a primeira disponibilizada lá é a nona. Eu costumo dizer que Family Guy é o que Simpsons tentou ser, uma sátira nada politicamente correta do estilo de vida americano.

E ontem mesmo, enquanto viajava, assisti ao piloto de Chicago P.D., e amei! Violenta e sanguinária, é mais uma série policial. Produzida pelo mesmo cara do Law & Order, já me conquistou. Vou acompanhar! A segunda temporada começa daqui uns dias.

Também assisti a web série The Lizzie Bennet Diaries e você pode conferir aqui um pouco do que eu achei.

O que você tem assistido? Deixe nos comentários!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.