Pular para o conteúdo principal

Resenha | Vida Organizada - Thais Godinho


Editora: Gente
Páginas: 224
Estrelas: ✬✬✬✬✬
Publicado em 2014.


Muito se fala em organização. São muitos os métodos e conceitos que transformam o desejo de ser organizado em algo quase inalcançável, como se precisássemos ser perfeitos e deixar a casa com cara de revista de decoração todos os dias. Mas quem tem tempo para isso quando a rotina é tão insana que não sabemos se cuidamos da casa, da família, do trabalho ou dos nossos sonhos primeiro? 
Thais Godinho tem um caminho. Ela acredita que a organização é o segredo para que possamos viver uma vida coerente com o que somos e, para isso, criou a máxima definitiva para o método que pode, sim, permitir que você alcance seus objetivos: tenha o sistema que funciona para você.
Neste livro, a autora mostra diversas possibilidades para que você consiga fazer o que deve fazer em todas as áreas da sua vida: casa, trabalho, família, de modo que você nunca perca de vista o que realmente importa.
Pare de se afogar em uma rotina que não lhe traz satisfação e que parece ser uma sucessão infinita de metas que você não consegue cumprir. Chegou o momento de respirar fundo e tomar uma decisão muito importante: ser uma pessoa organizada a partir de hoje!

Numa bela tarde (ou não, não lembro realmente), há dois anos, eu resolvi que deu de bagunça, queria me organizar. Meu primeiro instinto, como cria do século XXI, o que eu fiz? Google. E conheci o blog da Thais.

O que hoje a minha mãe chama de "intensivo de organização" que aconteceu comigo naquele verão, na verdade foi uma leitura intensa dos textos da Thais e de suas recomendações.

No blog, e agora com o livro, a autora trata de todos os aspectos de organização, desde organização da casa, soluções eficientes para a falta de espaço, até gerenciamento de tempo e auto-conhecimento.

Os textos da Thais são inspiradores porque ela mesma é um exemplo dos seus conselhos. Ela transpira organização e conseguiu seus objetivos através dela. Ela dá dicas que se aplicam à todo tipo de vida, desde o pai que fica em casa até profissionais que passam o dia inteiro fora de casa. E todas são adaptáveis, flexíveis o suficiente para caber na rotina de qualquer um.

Devo dizer que quando eu li o blog pela primeira vez, foi uma enoooorme quantidade de informações. Com o livro é a mesma coisa. Com capítulos bem definidos, ela sintetiza alguns conceitos de organização para dar jeito em qualquer bagunça.

Aos poucos, você consegue aplicar e replicar os conceitos dela. Hoje em dia, não me vejo sem minhas listas de tarefas, minha "caixa de entrada" e ferramentas de organização, como o ToDoIst.

Extremamente recomendado para quem quer atingir aquele estado mental de não ter preocupações na cabeça, de saber que todos os seus projetos estão evoluindo, que você não esqueceu de nenhuma prova ou aniversário. Enfim, para quem quiser ter uma vida tranquila.


E você? Já leu?
Siga o blog!



Comentários

  1. Olá, tudo bem?! Me chamo Daniel e conheci seu blog agora. Me surpreendi, gostei bastante e já estou seguindo blog e o twitter. ^_^

    Preciso muito me organizar! Esse livro parece ser perfeito para isso :D
    Adorei a resenha, Rafaela. Parabéns!

    Abraços do Dan :)
    •bookdan.blogspot.com
    •facebook.com/leituradan
    •twitter.com/leitura_dan

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Os Instrumentos Mortais - Cassandra Clare (parte 2)

Se vocês viram a parte 1 sobre Os Instrumentos Mortais, vocês sabem que eu dividi a série em duas trilogias para comentar por aqui. Naquele post eu explico que, na minha opinião, essa divisão é viável e facilita para comentar sem dar spoilers. Lembrando que terá spoilers dos livros anteriores.
Os três últimos livros da série são: Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.
Bom, quero começar falando que graças a Deus no terceiro livro "descobrimos" que a Clary e o Jace não são irmãos. Eu já comentei na parte 1 que isso tinha ficado óbvio para mim desde o momento em que a autora resolveu dar essa guinada na história. Achei desnecessário, inacreditável e me irritou muito quando estava lendo.

Nessa segunda trilogia, há uma troca de vilões, agora Sebastian mostrou a que veio. Que, sinceramente, também é perceptível ao leitor desde que o personagem é introduzido.

Porém, tirando Cidade dos Anjos Caídos, que eu não gostei nada, acho que a história…