Pular para o conteúdo principal

Projeto 1001 #14.2 | Fundação e Império + Segunda Fundação

Eu já escrevi um texto sobre o primeiro livro da Fundação aqui. E como falei por lá, me apaixonei pela série (falta ler o segundo box, com os anexos). 

Eu resolvi falar sobre os dois últimos livros conjuntamente porque, primeiro, é difícil pra mim falar sobre continuações de séries, não gosto de dar spoilers e nunca sei até que ponto revelar, e, segundo, porque os dois últimos livros são sequência direta um do outro. Enquanto que no primeiro livro, as gerações vão se sucedendo bem rapidamente, nestes dois últimos, a história se fixa em uma geração e seus desafios.

Agora todas aquelas gerações passadas e os hábitos fixados pelos antepassados da Fundação são consolidados e acompanhamos um conjunto de personagens nas suas vidas. Há o surgimento de um vilão também.

Só tem um detalhe, como muito tempo se passou, ninguém mais restou da época de origem da Fundação e os "preceitos" do Seldon se perderam em parte. A própria Fundação acaba se tornando uma coisa diferente e começa uma busca pela Segunda Fundação.

Os moradores da Fundação estavam acostumados com as previsões do Seldon que se materializaram a cada desafio que enfrentavam, entretanto, houve uma coisa que era impossível de prever e assim eles se vêem perto de perder tudo pelo que lutaram até agora.

O segundo livro, Fundação e Império foi meu menos favorito até agora. Não é ruim, mas eu esperava que ele continuasse no ritmo do primeiro, com várias sucessões de gerações, mas como se fixa num ponto específico da história, não gostei tanto assim.

Já no terceiro livro, Segunda Fundação, eu já esperava a continuação direta do segundo e a a resolução do problema apresentado. Gostei bastante de como finalizou, não esperava que fosse se desenrolar como aconteceu.

Um "problema" é que eu já coloquei a trilogia na fila de releituras. Eu não sei se é um "problema" pessoal ou geral, mas eu tenho certeza de que não entendi todo o livro. Tenho certeza de que perdi várias coisas ao longo da história. Não que isso diminua o quanto eu gostei da trilogia, mas me deixa com a sensação de não ter lido por completo.

Eu ainda não escrevi um post de Melhores de 2015, mas com certeza a trilogia vai estar por lá. Gostei muito e recomendo a leitura. São livros curtos e premiados, divertidos e ouvi dizer que vai rolar uma série adaptação. Vou ficar de olho!


Siga o blog!
Instagram | Skoob | Twitter | Youtube



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.