Pular para o conteúdo principal

Leituras da Semana #24


Essa primeira semana de agosto foi leve em leituras, acabei passando várias noites sem ler. Embora minhas aulas tenham recomeçado na semana passada, essa pareceu a primeira, com conteúdo pesado e talz.


A primeira leitura que concluí foi Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos. Como vocês sabem, eu já li outro livro desse estilo, que foi o Orgulho e Preconceito e Zumbis e adorei. São escritos por autores diferentes, mas tem propostas similares, que é pegar o livro original e acrescentar "seres sobrenaturais".

O Razão e Sensibilidade é mais exagerado que o Orgulho e Preconceito, o que por um lado é ruim, pois se afastou bastante do livro original. Mas por outro lado é ótimo, porque é super engraçada a história que o autor criou.


E a segunda leitura que concluí foi o segundo volume da série Heather Wells, da Meg Cabot, Tamanho 44 também não é gorda. O primeiro livro da série já tem resenha aqui.

Essa é uma série de chick-lits investigativos meeeega divertida. Nesse segundo volume acontece um assassinato bizarro e o livro não deixa de ser engraçado. Gostei muito!

Eu espero ler um pouco mais na semana que virá, até porque se não, não consigo terminar minha TBR para o mês (que postei no instagram).

E você? O que tem lido? Deixe nos comentários!
Siga o blog!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.