Pular para o conteúdo principal

Resenha | O Desafio de Ferro - Cassandra Clare e Holly Black


Magisterium #1
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Estrelas: ✬✬✬✬
Publicado em 2014.


AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA.
A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.
Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar.
Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

Quando li este livro, não espera grandes coisas, mas acabei gostando bastante. Aliás, quando sai o segundo volume da série? Eu nunca li nada da Cassandra Clare, mas já li Boneca de OssosA Menina mais fria de Coldtown, da Holly Black, que adorei também.

Essa é a história de Callum Hunt. Começando desde o momento em que ele é convocado para participar dos testes para entrar no Magisterium. Seu pai deixa claro para ele que não quer que ele vá, Callum não sabe o porquê, mas acredita que magos são ruins e pretende falhar no teste.

O que, é claro, não acontece. Mesmo tentando falhar, ele passa no teste e começa as aulas no Magisterium. Acontece que lá dentro, ele confronta tudo aquilo que o pai havia lhe dito, ele acaba gostando de aprender magia. Até que algumas coisas acontecem...

Ok, ok, vamos ao que interessa. Parece Harry Potter? Depende, se falarmos em termos de "um menino que vai para uma escola de magia e faz dois amigos", sim, é parecido. Mas acho que essas comparações são injustas. Acredito que o livro seja bom por seus próprios méritos.

A história deixou muito pano para manga e eu pretendo ler o segundo volume, sim. É um ótimo livro adolescente, de leitura rápida e envolvente, quis muito saber o final do livro, mas me frustrei porque agora preciso da continuação!

E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!
Siga o blog!



Comentários

  1. Adoro a Cassandra! E da Holly só li um conto acho e lembro que gostei bastante!! Vou colocar na wishlist!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Como pensar mais sobre sexo - Alain de Botton

Editora: Objetiva
Páginas: 152
Estrelas: ✬✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2012 com o título de How to Think More About Sex

Não pensamos muito sobre sexo; na verdade pensamos sobre ele da maneira errada. Assim declara Alain de Botton neste livro rigoroso e honesto cujo objetivo é nos guiar por esta experiência íntima e excitante – porém muitas vezes confusa e difícil - que é o sexo. Poucos de nós acreditamos ser completamente normais no que diz respeito ao sexo, e o que se presume que deveríamos estar sentindo raramente é a realidade. Este livro argumenta que o sexo do século XXI está fadado a ser um jogo de equilíbrio entre amor e desejo, aventura e comprometimento. Abrangendo assuntos como desejo, fetichismo, adultério e pornografia, Alain de Botton reflete sobre os dilemas da sexualidade moderna, oferecendo insights e conforto para nos ajudar a pensar mais profunda e sabiamente sobre o sexo que estamos, ou não, fazendo. A partir de meados do século XX, o discurso sobre o sexo foi s…