Pular para o conteúdo principal

Leituras da Semana #25


Passei duas semanas sem contar o que ando lendo. Hora de recuperar!


Está meio fora de ordem, mas vamos pela ordenação das fotos. Começando com Fahrenheit 451, que finalmente li! De início, eu não gostei tanto quanto esperava, mas depois de algumas páginas, me encantei. Gostei bastante dos textos anexos à esta edição também.


Seguindo com As Virgens Suicidas, que li para o Projeto 1001. Nossa, que livro fantástico. É daqueles que você já sabe o final, mas o autor guarda alguns toques para o finzinho que fazem toda a diferença.


Espíritos de Gelo. Logo que eu terminei a leitura, achei o final um pouco preguiçoso, como se o autor tivesse feito a opção comoda para explicar as coisas que aconteceram no livro. Mas, depois, pensando sobre o livro, descobri que na verdade gostei do final. É um livro bem rápido de ser lido e bem curioso também.


Este livro eu tinha sorteado na minha TBR dos Desafios, A Ferro e Fogo I, Tempo de Solidão. Ele trata sobre a colonização alemã no Rio Grande do Sul. É um livro bem forte, triste e, também, tem um final tão tocante. Fiquei besta com esse final!


Depois, li Ordem, continuação de Silo. Continuação entre aspas, pois ele não continua o primeiro livro, mas volta no passado para explicar o mundo de Silo. Devorei este livro, gostei muito também.


E terminei a semana lendo Agnes Grey. Primeiro, eu me apaixonei por esta capa, creio que é uma das mais lindas que tenho. A história é bem curta e rápida, sobre uma moça buscando a independência. Também gostei bastante!

E você? O que tem lido? Deixe nos comentários!
Siga o blog!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.