Pular para o conteúdo principal

Resenha | Por isso eu sou vingativa - Claudia Tajes

Editora: L&PM
Páginas: 128
Estrelas: ✬✬✬✬✬
Publicado em 2011.


Esta não é a história de uma vingança. É a história de oito vinganças. Com requintes de crueldade, como só uma mulher enfurecida sabe arquitetar, planejando nos mínimos detalhes uma forma de dar a volta por cima e se vingar dos homens que a humilharam e a fizeram sofrer. Mas se você pensa que está diante de uma tragédia, esqueça. Claudia Tajes, com seu bom humor característico, cria esta hilária história, que não deixa nada a desejar à máfia italiana...Sara Gomes é a mulher enfurecida em questão. Ela largou o curso de arquitetura para se dedicar à lavanderia da família. É em meio a camisas, meias e todo o tipo de roupa suja que ela passa a arquitetar uma a uma suas vinganças. Difícil é saber por onde começar, se é por Fábio Loiro, o cara mais bonito do cursinho, por Rodrigues, um intelectual com uma certa fixação, ou mesmo Vitor Vaz, um homem compreensivo e atencioso – até demais.Mas esta não é uma história amarga e desesperançada. É a história de uma mulher que finalmente tem um objetivo na vida, não importa qual seja seu nome (Otávio, Alaor, Fábio Loiro, Rodrigues, Heitor, Vitor Vaz e Tim, sem esquecer Enrico Eurico).Claudia Tajes, tendo em mente que algum sábio em um tempo remoto já afirmava que “aqui se faz, aqui se paga”, vinga com muito bom humor todas as mulheres que já quiseram um dia acabar com a raça daqueles que as fizeram sofrer – do menino de seis anos que ignorava sua existência até o mais convencido ser humano macho.

Eu adoro os livros da Claudia Tajes, ela consegue utilizar o humor de uma forma única, usando os temas mais bizarros possíveis. Já li dela As Pernas de Úrsula, Só as Mulheres e as Baratas Sobreviverão, Louca por Homem e A Vida Sexual da Mulher Feia.

Neste livro, não diferente dos outros, encontra-se uma comédia, mas não é aquele humor de chick-lit, é um humor negro, de rirmos da verdade dos sentimentos que ela retrata.

Aqui, ela conta a história de uma mulher em busca de vingança. Sara Gomes vai fazer uma listinha de todos os homens que a decepcionaram e vai atrás de vingança, busca cada um e arquiteta seus planos.

O que ela encontra em cada situação é diverso, seja por um deles ter encontrado um destino um tanto trágico, seja por ter se descoberto gay. Ah, ela vinga todas as mulheres com suas artimanhas, mas não se meter em algumas situações delicadas.

Mas não espere encontrar uma história de vingança estilo clássico, lembre-se que a característica marcante da autora é o humor. Então, o mais provável é que o leitor role rindo junto com as páginas.

Como todos os livros que li da escritora, este também é curto, de se ler em uma sentada. Sem frufrus, é simples mergulhar na história e se divertir.


E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!
Siga o blog!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Leituras da Semana #42

Nessa semana tirei do caminho um calhamaço de 800 páginas, Outlander - A viajante do tempo. Que livro bom, envolvente, da categoria é grande, mas é rapidíssimo de ser lido.

Conta a história de Claire, que vive em 1945, salvo engano. Ela é casada, mas passou afastada do marido graças à guerra, quando serviu de enfermeira. Eles estão finalmente indo construir um lar quando, num monumento escocês, um agrupado de pedras bem estranho, ela volta no tempo e reaparece 200 anos antes, na época dos clãs escoceses.

Lá, ela é obrigada a construir uma nova vida, pelo menos até que consiga voltar para o seu próprio tempo. Só que ela acaba envolvida numa outra guerra, e suspeitam que ela seja uma espiã inglesa. Bom, aí a vida complica. Mas ao mesmo tempo, ela conhece Jamie ♥ e até que não fica tão difícil assim viver sem banhos quentes.

Gostei muito do livro, acho que ele é super abrangente em temáticas, tem diálogos interessantes e engraçados e por mais que seja longo, as páginas foram bem explorad…