Pular para o conteúdo principal

Resenha | Quando Saturno Voltar - Laura Conrado

Editora: Globo
Páginas: 248
Estrelas: ✬✬✬✬
Publicado em 2015.


Conta história envolvente e divertida sobre aceitar mudanças inesperadas e seguir em busca da felicidade. Em seu novo romance, Laura Conrado conta a história de Déborah Zolini, uma jornalista sonhadora e fã de Pablo Neruda que trabalha como assessora de imprensa de um clube de futebol da segunda divisão e namora o médico Sérgio há quatro anos. Ela faz planos de construir uma vida a dois, arrumar um emprego melhor e correr atrás de desejos que ainda não realizou. Só que a vida, ou as estrelas, guardam surpresas para Déborah. Em uma viagem ao Chile, ela encontra uma mulher misteriosa que lhe fala sobre o retorno de Saturno. O planeta, que leva, em média, 29 anos para dar uma volta no sistema solar, voltará à posição em que se encontrava quando a jornalista nasceu. Para quem acredita em astrologia, esse é momento em que as pessoas passam por várias mudanças, que vão prepará-las para encarar o resto de sua vida. Déborah não leva a moça muito a sério, mas pede às estrelas que a ajudem a realizar seus desejos. No entanto, no voo de volta ao Brasil, um encontro inesperado começa a abalar a vida aparentemente certinha da protagonista. Aos poucos, Déborah começa a notar que seu namoro anda meio morno, a falta de reconhecimento no trabalho a incomoda. Ela começa a admitir que não está gostando do rumo que as coisas estão tomando. Será a hora de partir para novos desafios? Trocar aquele relacionamento confortável pelo frio na barriga? Sair de vez da zona de conforto e ver o que acontece?

Eu li este livro para o Desafio Fuxicando sobre Chick-Lits 2015. E também, porque sou fãzona da autora. Todos os livros que li dela, adorei! (Ainda bem que me restam alguns por ler ainda hehe)

Eu adoro ver temas brasileiros nos livros da Laura Conrado. Ela supre uma carência nas minhas leituras - já que sofro da síndrome dos leitores de livros estrangeiros. Neste livro, vamos encontrar, por exemplo, o futebol! Se vocês me acompanham no instagram, devem ter notado que eu adoro futebol e acompanho o meu time de maneira quase-religiosa.

Então, a Déborah é a típica personagem de chick-lits. Ela está vivendo sua vida de maneira pacata, até que acaba por perceber que o que ela achava maravilhoso, na verdade não é.

Seu emprego não é o que ela sonhava, na verdade, ela tem que lidar com vários pepinos que fogem da sua função e com gente chata. Seu namoro não é lá essas maravilhas, embora ela estivesse "adormecida" com a rotina. Seus pais tem brigado, ah, e ela mora com eles ainda, embora já esteja passando da hora de sair de lá.

Numa viagem à trabalho, ela conversa com uma camareira de hotel, que menciona a Volta de Saturno - que, aliás, eu não conhecia e achei bem legal. O planeta leva aproximadamente 29 anos para voltar à posição que estava na hora do seu nascimento, o que acarretaria uma significativa mudança na vida. E é justamente isso o que acontece com a protagonista.

Na volta desta mesma viagem, ela acaba conhecendo um homem. Bom, aí eu já não preciso comentar, né? Mas lembro que até o momento, pelo menos, ela está namorando. Humm, complicado.

Assim, nós vamos acompanhar a volta de Saturno e todas as mudanças que decorrem disso. A personagem cresce e se transforma. Ah, e tenho que dizer que, é claro, é um pouco clichê acontecerem todas essas mudanças, mas...vai, é legal ler sobre "outras pessoas" tendo as mesmas dificuldades que nós também temos.

Eu super recomendo os livros da autora. Recomendo este em especial, mas também Freud, me tira dessa! e Só gosto de cara errado, que foram os que li até o momento. É um chick-lit super gostoso de ler.



E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!
Siga o blog!



Comentários

  1. Olá,
    Estou definitivamente maluca pra ler esse livro o quanto antes, adoro essa coisa de horóscopo, então pirei desde que vi a sinopse desse livro. Já quero, ainda mais depois de sua recomendação.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Leituras da Semana #42

Nessa semana tirei do caminho um calhamaço de 800 páginas, Outlander - A viajante do tempo. Que livro bom, envolvente, da categoria é grande, mas é rapidíssimo de ser lido.

Conta a história de Claire, que vive em 1945, salvo engano. Ela é casada, mas passou afastada do marido graças à guerra, quando serviu de enfermeira. Eles estão finalmente indo construir um lar quando, num monumento escocês, um agrupado de pedras bem estranho, ela volta no tempo e reaparece 200 anos antes, na época dos clãs escoceses.

Lá, ela é obrigada a construir uma nova vida, pelo menos até que consiga voltar para o seu próprio tempo. Só que ela acaba envolvida numa outra guerra, e suspeitam que ela seja uma espiã inglesa. Bom, aí a vida complica. Mas ao mesmo tempo, ela conhece Jamie ♥ e até que não fica tão difícil assim viver sem banhos quentes.

Gostei muito do livro, acho que ele é super abrangente em temáticas, tem diálogos interessantes e engraçados e por mais que seja longo, as páginas foram bem explorad…