Pular para o conteúdo principal

Quote #17

"Vocês todos estão usando o mesmo tipo de roupa. Olhem ao redor e verão que é verdade. Agora, imagine que você é o único que não usa uma marca legal. Como isso faz você se sentir? O raio da Nike, as três listras da Adidas, o jogadorzinho de polo em cima do cavalo, a gaivota da Hollister, os símbolos dos times profissionais da Filadélfia, até mesmo o mascote da escola que vocês, atletas, usam contra outras escolas; alguns de vocês usam o nosso Mustang na sala de aula, mesmo se não há nenhum evento esportivo programado. Esses são os seus símbolos, o que vocês vestem para provar que sua identidade tem a ver com a identidade dos outros. Muito parecido com os nazistas e sua suástica. Temos um código de vestimenta bem livre, e ainda assim vocês vestem praticamente a mesma coisa. Por quê? Talvez vocês sintam que é importante não se afastar muito da norma. Será que também não usariam u símbolo do governo se fosse importante e normal fazer isso? Se esse símbolo lhes fosse vendido do jeito certo? Se estivesse costurado nas grifes mais caras do shopping? Se fosse usado por astros do cinema? Pelo presidente dos Estados Unidos?"

Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick


Você pode conferir a resenha do livro aqui.
Faça uma blogueira feliz, siga o blog pelo Google Friend Connect.


Comentários

  1. Oi Rafa,
    Ótimo quote. Realmente para fazer pensar, né?
    Louco para ler o novo livro do Matthew Quick.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê!

      Sabe que a princípio o livro novo dele não me chamou muito a atenção. Mas tendo lido o Peacock, foi pra lista direto! hahaha

      Beijos!

      Excluir
  2. caracas! esse quote é um tapa na cara de todos! principalmente para os modinhas!
    ótimo para refletir - chega a doer. rsrs

    gabryel fellipe - quimeras mirabolantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! É um professor que tem essa fala e, nossa, que tapa seria essa aula! haha

      Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.