Pular para o conteúdo principal

Meus livros favoritos do ano até agora!


Sabe aquelas listas que fazemos no final do ano? Bom, eu sempre acho tão injusto deixar maravilhas de fora. Então, resolvi prestar homenagem aos 10 favoritos do ano até agora.




Começando por Viagem Solitária, que é um livro de memórias sobre o "primeiro" transsexual brasileiro, ou, o primeiro que ganhou atenção da mídia. Ele vai nos contar como foi sua transição de mulher para homem, suas relações familiares e amorosas, sua relação com seu filho, como foi profissionalmente, etc.

Filhos do Fim do Mundo é um livro de ficção científica escrito por um autor brasileiro. Daqueles que você pega sem grandes pretensões e encontra uma maravilha. Numa bela madrugada, todos os seres vivos abaixo de 2 anos (se não me engano) morrem, crianças, plantas, animais, tudo. E o protagonista, um jornalista, vai em busca de respostas.


Psicose, além de um trabalho gráfico maravilhoso da DarkSide, traz a tão consagrada história de Norman Bates. Dispensa apresentações, certo?

O Mistério dos Deuses, na verdade é a conclusão de uma trilogia. Mas este terceiro livro foi tão fantástico, tão fantástico, que não poderia deixar de citar aqui.
Nesse mundo, algumas pessoas anônimas e famosas, vão para uma escola de deuses, aprender com os deuses gregos seu ofício.


Cinder e Scarlet se tornaram minha mais nova série queridinha. Contos de fadas se passando no futuro com andróides. Adorei!

Rebecca é um clássico. Daqueles livros que te perturbam, ficam um tempo na sua convivência diária. Não saberia fazer uma sinopse dele sem estragar aspectos da história, mas vale muito a pena!


Eleanor & Park é uma história de amor adolescente que arranca seu coração do peito. Sem mais.

E Umbigo é nosso Rei? traz um conjunto de textos que tratam sobre o individualismo na sociedade brasileira atual. Conta com textos de Fabricio Carpinejar, David Coimbra, Luis Fernando Veríssimo, Martha Medeiros...


Minha Breve História é uma auto-biografia do Stephen Hawking, que me deixou inspirada para seguir meus sonhos. Crente de que não há obstáculo forte o suficiente para me derrubar.

Vida Organizada, na verdade, consolidou os conhecimentos que eu vinha fazendo com o blog de mesmo nome. Desde que comecei a lê-lo e aplicar seus conceitos, minha vida não foi mais a mesma.


E você? Qual seu livro preferido do ano até agora? Deixe nos comentários!
Siga o blog no Google Friend Connect.



Comentários

  1. Eleanor & Park = <3 <3 <3

    E agora todos esses livros foram para a minha wishlist! Acho que já chega do seu blog por hoje, dona Rafa! Vou ficar doida com a minha lista aumentando mais ainda! rs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Como pensar mais sobre sexo - Alain de Botton

Editora: Objetiva
Páginas: 152
Estrelas: ✬✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2012 com o título de How to Think More About Sex

Não pensamos muito sobre sexo; na verdade pensamos sobre ele da maneira errada. Assim declara Alain de Botton neste livro rigoroso e honesto cujo objetivo é nos guiar por esta experiência íntima e excitante – porém muitas vezes confusa e difícil - que é o sexo. Poucos de nós acreditamos ser completamente normais no que diz respeito ao sexo, e o que se presume que deveríamos estar sentindo raramente é a realidade. Este livro argumenta que o sexo do século XXI está fadado a ser um jogo de equilíbrio entre amor e desejo, aventura e comprometimento. Abrangendo assuntos como desejo, fetichismo, adultério e pornografia, Alain de Botton reflete sobre os dilemas da sexualidade moderna, oferecendo insights e conforto para nos ajudar a pensar mais profunda e sabiamente sobre o sexo que estamos, ou não, fazendo. A partir de meados do século XX, o discurso sobre o sexo foi s…